3.4 – BIOGRAFIAS P-Z

EM ACTUALIZAÇÃO

_________________________________________________________________

LUIZ PACHECO

João Pedro George, Entrevista a Luiz Pacheco, Esplanar, Abril – Maio 2005

Luiz Pacheco, Pacheco versus Cesariny – Folhetim de Feição Epistolográfica, Lisboa, Editorial Estampa, 1974

Luiz Pacheco, Carta a Gonelha, Contraponto, 1977

Luiz Pacheco, Comunidade, 1985

Luiz Pacheco, Textos do Barro, Lisboa, Contraponto, 1982

Luiz Pacheco, Textos Locais, Contraponto

Luiz Pacheco, O Uivo do Coiote, Lisboa, Contraponto, 1992

Luiz Pacheco, Memorando , Mirabolando, Setúbal, Contraponto, 1995

Luiz Pacheco, Cartas na Mesa, Lisboa, Editorial Escritor, 1996

Luiz Pacheco, O Uivo do Coiote, Palmela, Contraponto, 1996

Luiz Pacheco, Prazo de Validade, Setúbal, Contraponto, 1998

Luiz Pacheco, Uma Admirável Droga, Coimbra, Quarteto Editora, 2001

Luiz Pacheco, Mano Forte , Lisboa, Livraria Alexandria, 2002

[Correspondência com António José Forte.]

Luiz Pacheco, Diário Remendado 1971-1975, Lisboa, Dom Quixote, 2005.

_________________________________________________________________

ADOLFO PAlS

Edmundo Pedro, “Na morte de um grande militante socialisla e antifascista, Carta Póstuma a Adolto Pais”, Acçâo Socialista, 9 de Outubro de 1980.

________________________________________________________________

VASCO PAIVA

Vasco Paiva, Na Outra Margem do Tempo, Porto, Campo das Letras, 2006.

_________________________________________________________________

MARIA ANTÓNIA PALLA

Maria Antónia Fiadeiro, “Maria Antónia Palla, feminista e jornalista (Notas para uma biografia)”, Faces de Eva, 12, 2004.

_________________________________________________________________

CARLOS PAREDES

Mário Correia, Carlos Paredes: Uma guitarra em movimento perpétuo, Vila Nova de Gaia, Edição Sons da Terra, 2000.

________________________________________________________________

CARLOS PATO

Júlia Coutinho, Carlos Pato: a morte em Caxias há 58 anosAs Causas da Júlia

________________________________________________________________

HELENA PATO

Helena Pato, Saudação, Flausinas, Moedas e Simones, Porto, Campo das Letras, 2006.

_________________________________________________________________

OCTÁVIO PATO

Conversando com Octávio Pato, Edicão da SIP do PCP, Junho do 1976.

Octávio Pato,”Experiências da Luta Juvenil Antifascista”, Juventude, 33, Julho de 1978.

Octávio Pato, “0 MUD Juvenil. Do Fim da Guerra a Campanha de Humberto Delgado”, Juventude, 11, Abril de 1981.

(Octávio Pato), “Viagem com Octávio Pato através de seis décadas de luta”, 0 Diário, 14/51981.

[Entrevista sobre a exposição do 60.° Aniversáno do PCP]

Octávio Pato, “Os 50 anos do MUD Juvenil (Entrevista)”, Avante!, 21/3/1996.

_________________________________________________________________

AIDA PAULO

Aida Paula, Com a certeza de quem quer vencer, Lisboa, Edições Sociais, 1974.

_________________________________________________________________

EDMUNDO PEDRO

Luís Farinha, Tarrafal, a memória da ditadura”, História, 90, Outubro 2006.

João Pedro George, “Edmundo Pedro: entrevista”, Esplanar, 18/4/2005.

Joana Lopes, Memória aos 80 (1) e Memória aos 80 (2) em Caminhos da Memória, 2008.

Edmundo Pedro, Entrevista a A Luta, 21/1/1977

Edmundo Pedro, 45 Anos de luta pela Democracia Sindical – Reflexões de um Militante, Lisboa, Fundação José Fontana. 1979.

[Para além das lembranças autobiográficas de E. Pedro. contém elementos sobre a actividade do PCP e da FJCP nos anos 30 e sobre a biografia e ideias politicas de José de Sousa.]

Edmundo Pedro, Entrevista ao Portugal Hoje, 18/1/1980.

Edmundo Pedro, Memórias. Um Combate Pela Liberdade I, Lisboa, Âncora, 2007.

_________________________________________________________________

MANUEL PEDRO

Manuel Pedro, Sonhos de Poeta, Vida de Revolucionário, Lisboa, Edições Avante, 2004.

Manuel Pedro, Resistentes. Narrrativas, Lisboa, Edições Leitor, 2007.

_________________________________________________________________

RUI PERDIGÃO

Rui Perdigão, “Soeiro Pereira Gomes: um escritor na clandestinidade”, Jornal de Letras, 68 1983.

Rui Perdigão, “Testemunho sobre a Rádio Portugal Livre”, Estudos Sobre o Comunismo

Rui Perdigão, O PCP Visto por Dentro e por Fora, Fragmentos, Lisboa, 1988.

_________________________________________________________________

BAPTISTA PEREIRA

“Baptista Pereira, campeão do povo”, Avante!,

[Sobre o nadador Baptista Pereira, desportista, comunista e personalidade popular de Alhandra.]

_________________________________________________________________

MARIA PIA

Luís Farinha, “Entrevista a Jean Pailler – A “Princesa Vermelha”, História, 85, Março-Abril 2006.

_________________________________________________________________

FRANCISCO PIMENTEL

Inês Pimentel, Entrevistado Francisco Pimentel

_________________________________________________________________

JOÃO SARMENTO PIMENTEL

Norberto Lopes, Sarmento Pimentel ou uma Geração Traída (Diátogos de … com o autor das Memorias do Capitão), Llsboa, Editorial Aster, 1977.

João Sarmento Pimentel, Memórias do Capitão, Porto, Editorial Inova, 1974.

António José Queirós, “Documentos inéditos para a História Contemporânea de Portugal – Correspondência entre Álvaro Cunhal e Sarmento Pimentel”, Jornal de Vila Meã, 53, Novembro 2003.

_________________________________________________________________

PATRICIA MCGOWAN PINHEIRO

Patrícia McGowan Pinheiro, Misérias do Exílio: os últimos meses de Humberto Delgado , Lisboa, Contra Regra, 1998.

Patrícia McGowan Pinheiro, Misérias do Exílio: os últimos meses de Humberto Delgado, edição electrónica.

________________________________________________________________

MARINHO E PINTO

Torcato Sepúlveda, Entrevista a Marinho Pinto, Notícias Sábado , 9/2/2008.

[Militância comunista antes de 25 de Abril.]

_________________________________________________________________

CARLOS PIRES

«Jovens tipógrafos clandestinos», Avante!, 12/2/81.

[Depoimentos de Alice Capela, Carlos Pires, Veríssima Rodrigues e Maria Machado.]

_________________________________________________________________

JOSÉ CARDOSO PIRES

Clara Ferreira Alves, “0 Pires excelentissimo”, Expresso, 17/12/1988.

Clara Ferreira Alves (Coord. e entrevistas), José Cardoso Pires, (video), RTP, 1998.

Eunice Cabral, José Cardoso Pires Representações do Mundo Social na Ficção (1958-82), Lisboa, Cosmos, 1999.

Paul Melo e Castro, “Umas casas portuguesas: Housing the Estado Novo in Cardoso Pires’s Balada da Praia dos Cães”, Textos Literários, 6, Primavera / Verão 2005.

António Gil,, 0 Drama da Praia do Guincho. Testemunho do Cabo Gil, Lisboa, A Regra do jogo, 1984.

José Cardoso Pires. Biografia, Instituto Camões

Maria Lúcia Lepecki, José Cardoso Pires, Lisboa, Moraes, 1977.

José Cardoso Pires, “Uma Data com Memória”, Avante!, 12/2/1981.

Rogério Rodrigues, “A verdade por detrás do `best-seller’ (`Balada da Praia dos Cães’)”, O Jornal,Julho de 1983.

_________________________________________________________________

CORREIA PIRES

Correia Pires, Memórias de um prisioneiro do Tarrafal, Lisboa, Edições déagá, 1975

_________________________________________________________________

JÚLIO POMAR

Alexandre Pomar, com a colaboração de Natália Vital e de Rosa Pomar, Júlio Pomar – Catalogue raisonné I (1942-1968), Paris, Editions de la Difference, 2004

Alexandre Pomar, Júlio Pomar. Catálogo “”Raisonné”” II. Pinturas e “”Assemblages”” 1968 – 1985″, Paris, Éditions La Différence, 2001

Pomar Autobiografia, Lisboa, Assírio e Alvim, 2004

Pomar XVI Desenhos Com um Texto de Mário Dionísio + Desenhos da Prisão e Outros Inéditos, Artemágica, 2004

Júlio Pomar, Da Cegueira dos Pintores, Lisboa INCM 1986

Júlio Pomar, Desenhos para Guerra e Paz de Tolstoi, Lisboa Arte Mágica Editores 2003.

Júlio Pomar e a Experiência Neo-Realista, Museu do Neo-Realismo, 2009.

Mário Soares / Maria de Lurdes Ferreira / Júlio Pomar, Júlio Pomar – Obra Gráfica, Lisboa, Fundação Mário Soares, 1999

_________________________________________________________________

RAÚL PROENÇA

Jacinto Baptista, Jaime Cortesão , Raul Proença Idealistas no Mundo Real, Lisboa, Biblioteca Nacional, 1990.

_________________________________________________________________

MARIA MACHADO CASTELHANO PULQUÉRIO

«Jovens tipógrafos clandestinos», Avante!, 12/2/81.

[Depoimentos de Alice Capela, Carlos Pires, Veríssima Rodrigues e Maria Machado.]

Maria Machado, Notas sobre a minha vida na Clandestinidade, 7 de Outubro de 2003, Memórias

_________________________________________________________________

BENTO QUARESMA

Testemunhas do Século Português – Bento Quaresma, 80 anos, trabalhador rural de Aldeia Nova de S. Bento

_________________________________________________________________

FERNANDO QUEIROGA

Luis Farinha, “Fernando Queiroga: um revolucionário no exílio”, Penélope,

Fernando Queiroga, Portugal oprimido. Subsídios para a história do fascismo em Portugal , Lisboa, Editorial O Século, 197

__________________________________________________________

PAULO QUINTELA

João Cabrita, Paulo Quintela Um Ilustre Reconhecido, Lisboa, Colibri, 2005.

“Paulo Quintela (1905-1087)”, Jornal de Letras, 21-/1272005-3/1/2006.

_________________________________________________________________

JOSÉ RABAÇA

Maria Manuel Rabaça, Recordando José Rabaça 1926 – 1998, Carnaxide, Edeline, 2004.

Recordando José Rabaça 1926-1998, Edeline, 2004.

_________________________________________________________________

ANASTÁCIO RAMOS

José da Silva, Anastácio Ramos (Um Operário com História) , Edição do Autor, 1958

_________________________________________________________________

MOISÉS DA SILVA RAMOS

João Freire, “Moisés Ramos: um sonhador com os pés na terra”, Singularidades, Nº 17, Maio 2001

_________________________________________________________________

LUIS FRANCISCO REBELO

Luiz Francisco Rebello, O Passado na Minha Frente, Lisboa, Parceria António Maria Pereira, 2004.

_________________________________________________________________

ALVES REDOL

Ana Paula Ferreira, Alves Redol e o Neo-Realismo Português, Lisboa, Caminho, 1992.

Alves Redol, “Alinhavos para uma Auto-Biografia”, Vértice , 258, 1965.

C. M. de Vila Franca de Xira / Comissão Nacional para as Comemorações de 50 Anos de “Gaibéus” / Fundação Calouste Gulbenkian, Exposição “Gaibéus”, Lisboa, 1989.

Garcez da Silva, Alves Redol e o Grupo Neo-Realista de Vila Franca, Lisboa, Editorial Caminho, 1990.

Garcez da Silva, A Experiência Africana de Alves Redol, Lisboa, Editorial Caminho, 1993.

_________________________________________________________________

JOSÉ RÉGIO

José Régio, Páginas do diário íntimo, Lisboa, Círculo de Leitores, 1994

Antonio Ventura, “Régio-Cunhal: Uma Polémica Esquecida”, Grande Reportagem, 6, 11 do Janeiro de 1985

António Ventura, “As ideias política e a intervenção cívica de José Régio” Revista de História das Ideias, V. 16, 1994

António Ventura, José Régio e a Política, Lisboa, Livros Horizonte, 2003

_________________________________________________________________

RAÚL REGO

Raul Rego, Diário político, Lisboa, Edição do Autor, s.d..

_________________________________________________________________

MANUEL REIS

Currriculum Manuel Reis

Manuel Reis

Manuel Reis, Não Apaguem as Luzes !, Aveiro, Estante Editora, 1989

_________________________________________________________________

MANUELA CÂNCIO REIS

Manuela Câncio Reis, Eles Vieram de Madrugada: Cartas para a Clandestinidade a Soeiro Pereira Gomes, Lisboa, Editorial Caminho, 1981

________________________________________________________________

EDUARDO RIBEIRO

_________________________________________________________________

MANUEL RIBEIRO

Cecília Barreira,”A Catedral de Manuel Ribeiro”, Diário de Lisboa, 11/9/1981.

“A Catedral de Papel” do escritor Manuel Ribeiro (1878-1941) e a recepção do gótico na I República Portuguesa”, Lusitânea Sacra, 2ª série, 16 (2004).

A Lopes de Oliveira,”Manuel Ribeiro vem ai o centenário”, Diário Popular, 21 de Agosto do 1978.

_________________________________________________________________

MARIA JOSÉ RIBEIRO

Maria José Ribeiro, “Os medos e os sonhos que os anulam”, O Diário 17/2/90

_________________________________________________________________

MILITÃO RIBEIRO

“MiIitão Ribeiro a vida dada pela liberdade nos cárceres do fascismo”, Avante!, 10/1/1981.

_________________________________________________________________

ROGÉRIO RIBEIRO

António Borges Coelho /, Vasco Magalhães-Vilhena / Rogério Ribeiro, (Mesa-Redonda), “0 “Avante!” – Orgão da Imprensa Livre e Expressão da Cultura Proletária”, Avante!, 13/2/1975

Sarah Adamopoulos, Entrevista a Rogério Ribeiro, Espuma dos Dias, 2/3/2005.

Lourdes Feria, “Rogério Ribeiro: um artista com compromisso”, Diário de Lisboa, 9/1/1984.

_________________________________________________________________

SÉRGIO RIBEIRO

Sérgio Ribeiro, Porque vivi e quero contar, Lisboa, Prelo Editora / Editorial Estampa, 1983

_________________________________________________________________

DALILA ROCHA

Julio Gago, (Coord.) Dalila Rocha. Homenagem 45º Aniversário da sua Estreia e do 1º Aniversário da sua estreia e do 1º Espectáculo do TEP, Porto, Fundação Eng. António de Almeida, 1998

_________________________________________________________________

PEDRO ROCHA

Varela Gomes, “Memórias da Guerra de Espanha – A derrota”, Diário de Lisboa, 9/10/1983;10/10/1983

Varela Gomes, Guerra de Espanha – Achegas ao Redor da Participação Portuguesa, Lisboa, Cadernos Versus, 1987

António Moreira,” Pedro Baptista da Rocha e a oposição nos campos de batalha em Espanha “, Diário de Notícias, 6/3/1987

Pedro Rocha, “Para a história da oposição antifascista – O que foi o “Plano Lusitânia”, Diário de Lisboa, 14/5/1984

Pedro Rocha, Escrito com Paixão , Lisboa, Caminho, 1991

_________________________________________________________________

ARMINDO RODRIGUES

Armindo Rodrigues, Autobiografia sucinta, 0 Poeta Perguntador, Caminho, Lisboa, 1979

Armindo Rodrigues, Um Poeta Recorda-se – Memórias de Uma Vida, Lisboa, Edições Cosmos, 1998

Centenário do Nascimento de Armindo Rodrigues 1904-2004. “Voz Arremessada ao Caminho”, Museu do Neo-Realismo, 2004

_________________________________________________________________

AURORA RODRIGUES

CALDEIRA RODRIGUES

São José Almeida, “Caldeira Rodrigues, Um Engenheiro da liberdade”, Público, 31/12/2004

_________________________________________________________________

EDGAR RODRIGUES

______________________________________________________________

FRANCISCO MARTINS RODRIGUES

São José Almeida, “O rádio está avariado”, Público, 18/4/2004

[Depoimento de Francisco Martins Rodrigues sobre a sua prisão.]

Miguel Cardina, Uma entrevista a Francisco Martins Rodrigues (1) e (2) em Caminhos da Memória, 2008.

Carlos Morais entrevista Francisco Martins Rodrigues

(Francisco Martins Rodrigues), “A Unidade em 1944/49 – Uma Experiência Actual”, Revolução Popular (n.° 5, Juiho de 1965), Edicão Completa 1964-65 (fac-simile), Lisboa, Voz do Povo,s.d.

(Francisco Martins Rodrigues), “Os Comunistas e a questão colonial (I). Combater o chauvinismo imperialista e a base durna efectiva solidariedade aos povos das colónias”, Revolução Popular (n.° 6, Dezembro de 1965), Edição Completa 1964-65 (fac-simile), Lisboa, Voz do Povo,s.d.

Francisco Martins Rodrigues, Elementos para a História do Movimento Operário Português, sl., s.d.

Francisco Martins Rodrigues, Defesa no Tribunal Plenário (Maio de 1970), s.l. Socorro Vermelho Português, 1970.

Francisco Martins Rodrigues, Anti-Dimitrov 1935-1985 Meio Século de Derrotas da Revolução, Lisboa, 1985.

Francisco Martins Rodrigues, Entrevista a Tal e Qual, 22/2/85.

Francisco Martins Rodrigues (Coord.). O futuro era agora: o movimento popular do 25 de Abril , Lisboa, Dinossauro, 1994.

Francisco Martins Rodrigues, Abril Traído, Lisboa, Edições Dinossauro, 1999.

Francisco Martins Rodrigues (Org.), Marx no seu tempo, Lisboa, Edições Dinossauro, 2001.

Francisco Martins Rodrigues, O comunismo que aí vem, Compostela, Abrente Editora, 2004.

Francisco Martins Rodrigues, Os Anos do Silêncio, Lisboa, Dinossauro / Abrente Editor, 200.

_________________________________________________________________

MIGUEL URBANO RODRIGUES

Miguel Urbano Rodrigues, Da Resistência à Revolução (1963-1975), Lisboa. Avante!., 1975.

Miguel Urbano Rodrigues, El Canalla e outras Histórias, Lisboa, Campo das Letras, 2005.

Miguel Urbano Rodrigues, O Tempo e o Espaço em que vivi. I – Procurando o caminho, Porto, Campo das Letras, 2002.

Miguel Urbano Rodrigues, O Tempo e o Espaço em que Vivi. II – Revolução e Contra-Revolução na América Latina, Porto, Campo das Letras, 2004.

_________________________________________________________________

URBANO TAVARES RODRIGUES

Isabel Lucas, “O comunismo da União Soviética nunca mais regressará” [entrevista], Diário de Notícias, 26/ 8/2007

Catarina Homem Marques, “O amor é uma força da natureza” [entrevista],

José da Cruz Santos (Coordenação) , Urbano Tavares Rodrigues 50 Anos de Vida Literária, Porto, Edições Asa, 2003

_________________________________________________________________

VERÍSSIMA RODRIGUES

«Jovens tipógrafos clandestinos», Avante!, 12/2/81

[Depoimentos de Alice Capela, Carlos Pires, Veríssima Rodrigues e Maria Machado.]

_________________________________________________________________

JOSÉ MARIA DO ROSÁRIO

José Maria do Rosário,” O 25 de Abril trouxe-me outra alegria na vida “” (Entrevista)”, Diário, 25/4/1987

_________________________________________________________________

MANUEL TEIXEIRA RUELA

Manuel Sertório, “Manuel T. Ruela, marxista-Ieninista”, Cadernos Círculo de Iniciativa Politica, Dezembro de 1973

_________________________________________________________________


MIGUEL WAGER RUSSELL

Copy of 02.03.13 (6)

Miguel Wager Russell, As Minhas Actividades no Socorro Vermelho Internacional e no Partido (Depoimentos), Lisboa, Edições Avante!, 2008.

Miguel Wager Russell, Recordaçôes dos Tempos Difíceis, Avante!, Lisboa, 1976.

_________________________________________________________________

FERNANDO VIEIRA DE SÁ

Fernando Vieira de Sá, No Reino da Estupidez. Nos Caminhos da Fome, Memória dos Tempos Difíceis, Lisboa, Cosmos, 1996.

Fernando Vieira de Sá, Ecos do México. Da História e da Memória, Almada, Moinho de Papel,

_________________________________________________________________

VICTOR DE SÁ

Centro de História da Universidade do Porto, Organização Estudos de História Contemporânea Portuguesa . Homenagem ao Professor Vitor Sá, Lisboa Livros Horizonte., 1991

[José Pacheco Pereira], Notas biográficas – Joaquim Victor Batista Gomes de Sá

Henrique Barreto Nunes / Manuela Barreto Nunes, Victor de Sá : Um Homem na História / Bibliografia de Victor de Sá, Braga, Biblioteca Pública de Braga – Universidade do Minho, 1991

Victor de Sá, Perspectivas do Século XIX, Lisboa, Portugal Editora, 1964

Victor de Sá, Fascismo no Quotidiano, Lisboa, Veja, 1989

Victor de Sá, Legenda para uma memória, Braga, Biblioteca Pública de Braga, 2001

________________________________________________________________

FRANCISCO DUARTE SACAVÉM

[José Pacheco Pereira], “Francisco Duarte Sacavém”, Estudos sobre o Comunismo

__________________________________________________________________

MÁRIO SACRAMENTO

Clara Sacramento, “Não me obriguem a voltar cá“, O Aveiro.pt

Mário Sacramento, Diário, Porto, Limiar. 1975.

Valdemar Cruz, “O crítico da hora absurda” Expresso, 2/4/2005.

_________________________________________________________________

ABEL SALAZAR

Abel Salazar. O Desenhador Compulsivo, Lisboa, Centro Cultural de Belém / Fundação Mário Soares /Casa-Museu Abel Salazar, 2006

Casa Museu Abel Salazar

Antonio Coimbra, “A carreira universitária de Abel Salazar”, Afinidades, 1, II série, Janeiro-Junho 2005

António Coimbra (Organização), Abel Salazar 96 Cartas a Celestino Costa, Lisboa, Gradiva, 2006

Norberto Ferreira da Cunha, (Ed.), Obras de Abel Salazar. Antologia, Porto, Lello, 1999

Antonio Pedro Pita (organizador), “Cartas de Abel Satazar a Ruy Luis Gomes”, Afinidades, 1, II série, Janeiro-Junho 2005

Carlos Vieira Reis, “Abel Salazar”, Vidas Lusófonas

Ramiro Teixeira, “Breve sinopse historico-cultural ao redor de Abel Salazar, desde a sua vida activa até à morte”, Afinidades, 1, II série, Janeiro-Junho 2005

_________________________________________________________________

ÁLVARO SALEMA

David Mourão-Ferreira, “Álvaro Salema. Cidadão da Crítica”, Jornal de Letras, 13/10/1992.

________________________________________________________________

BERNARDO SANTARENO

João Amaral, Bernardo Santareno. Fragmentos de uma Vida Breve. Banda desenhada, Lisboa, Âncora Editora, 2006.

_________________________________________________________________

Capitão ALMEIDA SANTOS

“A tragédia da praia do Guincho- Um revolucionário que enlouqueceu foi morto pelos companheiros”, Jornal de Notícias, 27/9/1988

_________________________________________________________________

ARQUIMEDES DA SILVA SANTOS

José Carlos Abrantes, “À conversa com … Arquimedes Santos. Entrevista de …Noesis, 55, Jul/Set 2000

Arquimedes da Silva Santos. Sonhando Para os Outros, Museu do Neo-Realismo, 2007

Arquimedes da Silva Santos, “Carta à Redacção da Vértice”, Vértice, 452,, Janeiro-Fevereiro de 1983

Arquimedes da Silva Santos, “José Ferreira Monte. Lembrança de um Poeta Militante”, Vertice, 464-465, Janeiro-Abril de 1985

Arquimedes da Silva Santos, “Lembrando a Vértice de 1945”, Vértice, 3, Junho de 1988

Arquimedes da Silva Santos, Cantos Cativos. Poemas Coligidos: 1938-58, Porto, Campo das Letras, 2003

[Arquimedes da Silva Santos é um dos poetas da primeira geração neo-realista e foi militante da organização intelectual de Coimbra do PCP nos anos quarenta. Autor de vários poemas habitualmente recitados nos encontros oposicionistas antes do 25 de Abril.]

Arquimedes da Silva Santos,Caminhos de uma Vida, Grupo de Teatro Esteiros, 2001.

Arquimedes da Silva Santos, Entrevista, Mirante, 20/6/2007.

_________________________________________________________________

DAVID DOS SANTOS

David dos Santos,”Depoimento”, Cadernos (Circulo de Iniciativa Polltica), 5, Dezembro de 1973

[Recordações da FJCP e do PCP]

_________________________________________________________________

FERNANDO PITEIRA SANTOS

Biografia de Fernando António Piteira Santos

Fernando Piteira Santos – Português, Cidadão do Século XX, 2004

Maria Antónia Fiadeiro [Organização e coordenação ] , Fernando Piteira Santos , Português , Cidadão do Século XX , Porto , Campo das Letras , 2003

[ Com algumas excepções, é uma colecção de depoimentos testemunhais sobre Piteira Santos, muitas vezes repetitivos e com poucos factos novos . A passagem e as relações de Piteira Santos com o PCP, elemento seminal da sua biografia , são apenas afloradas . É verdade que os documentos do arquivo do PCP continuam indisponíveis e sem eles o “browderismo” de Piteira só pode ser “advinhado” por citações escassas e fora do contexto feitas por Cunhal . ]

João Mesquita, “O comunista íntimo”, Grande Reportagem, 20/11/2004

[Sobre Fernando Piteira Santos.]

Mário Soares, Incursões Literárias, Lisboa, Círculo de Leitores, 2003

[Sucessão de retratos de várias figuras da literatura portuguesa, incluindo Piteira Santos, entre outros.]

08.02.13 (7)

_________________________________________________________________

ARY DOS SANTOS

Alberto Bemfeita, Ary dos Santos. O Homem, o Poeta, o Publicitário, Lisboa, Caminho, 2003

[Fotobiografia de Ay dos Santos, um dos poetas emblemáticos do PCP no imediato 25 de Abril, embora já tivesse contactos com a oposição antes dessa data.]

_________________________________________________________________

JOSÉ RIBEIRO DOS SANTOS

José Ribeiro dos Santos, Memórias da memória, Lisboa, Edições Rolim, 1986.

_________________________________________________________________

NUNO RODRIGUES DOS SANTOS

Maria Emília Brederode Santos, “Nuno Rodrigues dos Santos. O republicano crítico”; Seara Nova, Janeiro de 2012.

_________________________________________________________________

STELLA PITEIRA SANTOS

Maria António Fiadeiro, “Stella Piteira Santos uma vida de 90 anos”, Referencial, 86, Janeiro-Julho 2007.

_________________________________________________________________

ANTÓNIO JOSÉ SARAIVA

João Aguiar, “Eu sou António José Saraiva”, O País Magazine, 11/2/1982

Clara Ferreira Alves, “O Mestre Imperfeito”, Expresso, 20/3/1993

Francisco Belard, “António José Saraiva , a expansão não nos serviu para nada”, Expresso, 7/5/1983

Francisco Belard, “A Aventura de Pensar”, Expresso, 20/3/1993

Carlos Câmara Leme, “António José Saraiva , Eu sou Israelita”, Público/Fim de Semana, 1/2/1991

Carlos Câmara Leme / Isabel Coutinho,”Um Rebelde no Século”, Público, 18/3/1993

Óscar Lopes, “Dor da Pátria” Expresso, 9/4/1993

Teresa Rita Lopes “A nobreza de não saber viver”, Jornal de Letras, 23/3/1993

Eduardo Lourenço, “O iconoclasta do imaginário cultural”, Expresso, 20/3/1993

Inês Pedrosa / Rui Rocha, “António José Saraiva – O progresso cria novas prisões”, Expresso/Revista, 15/12/1990

Júlio Pinto “Não há mal em se continuar a tentar ser libertário”, Diário Popular, 26 de Agosto de 1986

António José Saraiva, Maio e a Crise da Civilização Burguesa. s.l., Publicações Europa-América, 1970

António José Saraiva, Filhos de Saturno, Bertrand Editora, 1980

A[ntónio] J[osé] Saraiva, “0 Meu Afastamento”, Expresso, 22 de Maio de 1982

António José Saraiva, Cultura, Lisboa, Difusão Cultural, Colecção O Que É, 1993

António José Saraiva, A Tertúlia Ocidental, Lisboa, Gradiva, Cultura e História – Público, 1996

António José Saraiva, Para a História da Cultura em Portugal, Lisboa, Gradiva, Cultura e História – Público, 1996

António José Saraiva, Iniciação na Literatura Portuguesa, Gradiva, Cultura & História – Público, 1996

António José Saraiva, O Crepúsculo da Idade Média em Portugal, Gradiva, Cultura & História – Público, 1996

António José Saraiva, Estudos sobre a arte d’Os Lusíadas, Gradiva, Cultura & História – Público, 1996

António José Saraiva, Poesia e Drama, Gradiva, Cultura & História – Público, 1996

António José Saraiva, Uma Face Desconhecida. Poemas e Prosas (Organização de Maria Isabel Saraiva), Lisboa, Gradiva, 2003

[Poemas até agora inéditos, alguns de amor, escritos na fase mais ortodoxa de Saraiva, quando era a imagem visível do partido na luta pelo controle da Vértice.]

António José Saraiva, Crónicas, Lisboa, Quidnovi, 2004

António José Saraiva / Óscar Lopes; História da Literatura Portuguesa, Porto Editora

Vicente Jorge Silva, “Uma rosa para António”, Público, 18 de Março de 1993

José Carlos de Vasconcelos, “António José Saraiva e Óscar Lopes , uma história na literatura…”, Jornal de Letras, 17/4/1990.

_________________________________________________________________

ILÍDIO SARDOEIRA

“Ilídio Sardoeira”, Amarante, 3, Maio 2001

Ilídio Sardoeira, “E Derrotas só Existem Aquelas que se Aceitam”, Vértice, 412-414, 1978

_________________________________________________________________

JOSÉ AUGUSTO SEABRA

José Augusto Seabra, De Exílio em Exílio I – Resistências e Errâncias (1953-1963), Porto, Folio Edições, 2004.

_________________________________________________________________

ZITA SEABRA

César Avó / Vladimiro Nunes, “Roubaram-nos a juventude!” (Entrevista), Sol, 21/7/2007.

Zita Seabra, Foi Assim, Lisboa, Aletheia, 2007.

___________________________________________________________

JORGE DE SENA

Correspondência Sophia de Mello Breyner – Jorge de Sena 1959-1978, Lisboa, Guerra e Paz, 2006.

Gilda Santos (Org.), Jorge de Sena em Rotas Entrecruzadas, Lisboa, Cosmos, 1999.

_________________________________________________________________

ANTÓNIO SÉRGIO

Jacinto Baptista, Disse Chamar-se António Sérgio de Sousa … Auto da Prisão , Inquirição e Desterro do Autor dos Ensaios em 1935, Lisboa, Caminho, 1992.

Jorge Borges de Macedo, Significado e evolução das polémicas de António Sérgio”. Revista de História das Ideias, volume V, Tomo 1.

Barahona Fernandes, “As pedras vivas” de António Sérgio”. Revista de História das Ideias, volume V, Tomo 1.

Sérgio Campos Matos, “Os Diálogos de Doutrina Democrática”. Revista de História das Ideias, volume V, Tomo 1.

Isabel Marnoto, António Sérgio: Claridades e Sombras”. Revista de História das Ideias, volume V, Tomo 1.

João Medina / Sérgio Campos Matos / António Ventura, Estudos sobre António Sérgio, Lisboa, INIC, 1988.

[Um dos estudos diz respeito à correspondância entre Sérgio e Ferreira de Macedo.]

Carlos Alberto Magalhães Gomes Mota, António Sérgio: a cultura a democracia e a educação

Miguel Baptista Pereira, O Neo-Iluminismo Filosófico de António Sérgio”. Revista de História das Ideias, volume V, Tomo 1.

António Pita, Duas faces da Razão. António Sérgio e Jofre Amaral Nogueira”. Revista de História das Ideias, volume V, Tomo 1.

Magalhães Vilhena, “O idealismo histórico-social de António Sérgio”. Revista de História das Ideias, volume V, Tomo 1.

Vasco de Magalhães-Vilhena, “Em torno do idealismo histórico-social de António Sérgio”, Revista de História das Ideias, 5(1), Coimbra,1983.

_________________________________________________________________

JAIME SERRA

Jaime Serra, ”Só na primeira prisão – tinha eu 16 anos – saí pela porta da frente”,Avante!, 198.

Jaime Serra, “As grandes greves operárias dos anos 40”, O Diário, 1982.

Jaime Serra, “A revolta antes da convicção” (Entrevista), Diário de Notícias, 13/2/1999.

Jaime Serra, Eles têm o Direito de Saber. Páginas da Luta Clandestina, Lisboa, Avante, 1999.

Jaime Serra, As Explosões que Abalaram o Fascismo. O que Foi a Ara (Acção Revolucionária Armada), Lisboa, Avante, 1999.

Jaime Serra, O Abalo do Poder. Do 25 de Abril de 1974 ao 25 de Novembro de 1975, Lisboa, Edições Avante, 2001.

__________________________________________________________________

MANUEL SERRA

Joana Lopes, “Manuel Serra, 1931 – 2010”; Caminhos da Memória, 1/2/2010.

_________________________________________________________________

ALBINO SERRANO

Albino Serrano,Caminhos da Resistência e da Esperança, Alcobaça, 1993.

__________________________________________________________________

MANUEL SERTÓRIO

Manuel Sertório, Entrevista a República, 31/5/1974.

[Para a história da corrente socialista nos anos do pós-guerra e sobre as polémicas da FPLN.]

Manuel Sertório, “Da Guerra do Carimbo à ASP”, Diário de Notícias , 29/3/1984.

Fernando Rosas (entrevista de) , “Manuel Sertório: Urn Ponto Comum Unia Aa Oposição: Ausência de Alternativa ao Regime”, Diário de Noticias, 5/5/1985.

Manuel Sertório, «A Luta Contra o Fascismo no Exílio», em Humberto Delgado: setenta cartas inéditas, Lisboa, Praça do Livro, 1978.

______________________________________________________________

AGOSTINHO DA SILVA

100 Anos a Propósito de Agostinho da Silva, Público, 2006

[Série de quatro DVDs com materiais sobre Agostinho da Silva.]

_________________________________________________________________

CARLINDO SILVA

[Entrevista a Carlindo Silva.]

Ver S. JOÃO DA MADEIRA.

_________________________________________________________________

EDUARDO SANTOS SILVA

Gaspar Martins Pereira, Eduardo Santos Silva Cidadão do Porto (1879-1960), Porto, Campo das Letras, 2002.

_________________________________________________________________

HERNANI DA SILVA

Hernâni Silva,”Jovens do Norte cantaram “”As Heróicas”” há 40 anos”, O Diário

Hernâni da Silva, “Homens Bichos e Coisas – Contingências de por-se o pé na rua”, O Diário, 8/V/1987.

Hernâni da Silva,”Memória do fascismo – Larguem-me esse diabo nas celas”, O Diário, 11/8/1989.

_________________________________________________________________

HORTÊNSIA SILVA

Hortênsia Silva, O Aniversário do m/P.B., Lisboa, Edições Sociais, 1974.

__________________________________________________________________

JOSÉ DA SILVA

José da Silva, Memórias de Um Operário, 2 vols, Porto, 1971.

_________________________________________________________________

JOSÉ MARMELO E SILVA

José Marmelo e Silva, Obra Completa. Não Aceitei a Ortodoxia, Porto, Campo das Letras, 2002.

_________________________________________________________________

MANUEL DA SILVA

Manuel da Silva, 30 Anos de Vida e de Luta na Clandestinidade. Entrevista / Depoimento , Lisboa, Edições Avante !, 1996.

_________________________________________________________________

MANUEL RODRIGUES DA SILVA

J M. Costa Feijão, “Do Maranhão a Moscovo”, Avante! , 24/7/2003.

PCP, Manuel Rodrigues da Silva: filho da classe operária, Sl, sd.

_________________________________________________________________

MARIA LETÍCIA CLEMENTE DA SILVA

“Morreu Maria Letícia”, Casa da Achada, 29/12/2010.

_________________________________________________________________

MÁRIO SILVA

Eduardo Caetano, Mário Silva Professor e Democrata, Coimbra Editora, 1977.

João Mário Mascarenhas (Coord.), Mário Silva, Lisboa Biblioteca Museu República e Resistência, 2001.

João Paulo da Silva Gil Nobre , Prof. Dr. Mário Augusto da Silva Biografia, Coimbra, 1997.

_________________________________________________________________

JOAQUIM SANTOS SIMÕES

Victor Ferreira, “Faleceu Joaquim Santos Simões”, Público, 24/7/2004.

“Joaquim Santos Simões”, Wikipedia

Joaquim Santos Simões, Braga. Grito de Liberdade. História Possível de meio século de resistência , Braga, Governo Civil do Distrito de Braga, 1999

Joaquim Santos Simões , Sete anos de luta contra o fascismo. Academia de Coimbra 1944 – 1951, Guimarães, J. Santos Simões, 2002

_________________________________________________________________

JOSÉ SIMÕES (MINA)

António Maria Marques, «José Simões (Mina) na reunião do Comité Central – um impedimento de Acácio Costa», Jornal do Barreiro, 18/07/1997.

_________________________________________________________________

NIKIAS SKAPINAKIS

Bernardo Pinto de Almeida, Nikias Skapinakis. Uma Pintura Desalinhada, Porto, Campo das Letras, 2006.

Nikias Skapinakis, “Memória resumida”, Jornal de Letras, 31/7/2007.

_________________________________________________________________

CARLOS FERREIRA SOARES

O Assassínio de Carlos Soares, Edição do Centro de Trabaiho de Espinho. sd.

Sara Dias Oliveira, “O médico dos pobres que a polícia política matou à queima-roupa”, Público, 4/12/2002.

02.03.13 (7)

_________________________________________________________________

MÁRIO SOARES

Maria João Avillez, Soares – Ditadura e Revolução , Lisboa, Círculo de Leitores, 1996.

Maria João Avillez, Soares – Democracia!, Lisboa, Círculo de Leitores,1996.

João Bénard da Costa, “Os 80 anos de Mário Soares”, Público, 3/12/2004.

Maria Fernanda Rollo / J.M.Brandão de Brito, Mário Soares. Uma Fotobiografia, Lisboa Bertrand Editora 1995.

MÁrio Soares, Le Portugal baillonné, Paris, Calmann-Levy, 1972.

Mário Soares, Portugal amordaçado, Lisboa, Arcádia, 1974.

Mário Soares, Manuel Teixeira-Gomes. Uma personalidade singular, Porto Edições Asa 2001.

(Mário Soares), «Não acredito na eternidade. O que fica de mim é um rodapé num livro de História». Diário de Notícias, 7/12/2004.

Teresa de Sousa, Mário Soares, S. Paulo Nova Cultural 1988.

________________________________________________________________

PEDRO SOARES

(José Pacheco Pereira), “Fontes para a história do PCP: duas cartas de Pedro Soares / “Luigi” de Abril de 1974, Estudos sobre o Comunismo, 7/3/2005

Pedro Soares, Tarrafal, Campo da Morte Lenta, Lisboa, Edições Avante !, 1975.

________________________________________________________________

ALFREDO DE SOUSA

Miguel Nunes Ramalho, A Opressão Salazarista e a Força da Liberdade. Alfredo de Sousa, um Resistente, Lisboa, Prefácio, 2007.

_________________________________________________________________

ERNESTO DE SOUSA

Ernesto de Sousa

_________________________________________________________________

FERNANDO MACEDO DE SOUSA

Fernando Macedo de Sousa, “Dos campos de concentração portugueses; quinze anos de luta contra o fascismo (1931-1946)”, Correio da Serra, 220, 15 de Agosto de 1974,; 221, de 1 de Setembro 1974.

Fernando Macedo de Sousa. “Intervençao”, Estrela Vermelha, 18, Agosto de 1975.

[Descrição da sua vida de militante do PCP de 1931 a 1941 corn referéncias às posicões do PCP quanto ao 18 de Janeiro, Guerra de Espanha e a Segunda Guerra Mundial. Dados sobre os debates no Tarrafal e a reorganização de 1941.]

Femando (Macedo) de Sousa, Entrevista a Juventude Vermeiha. 6, Junho de 1976.

Fernando Macedo de Sousa, Entrevista ao Jornal Novo, 17 de Fevereiro de 1978.

[Sobre 0 Tarrafal, com pormenores sobre a actividade da organização prisional e a “politica nova” do PCP.]

_________________________________________________________________

HENRIQUE CAETANO DE SOUSA

Romeo Correia, Homens e Mulheres Vinculados às Terras do Almada (nas Artes, nas Letras e nas Ciências), AImada, 1978

[Colecção do elementos biográficos sobre personalidades do movimento operário e associativo local, incluindo vários comunistas, como Henrique Caetano do Sousa, José Alaiz, Alberto Araújo, Alexandre Castanheira, etc]

_________________________________________________________________

JOSÉ DE SOUSA

“José de Sousa – destacado milltante socialista”, Portugal Socialista, 44, 4 do Junho do 1975

Edmundo Pedro, 45 Anos de luta pela Democracia Sindical – Reflexões de um Militante, Lisboa, Fundação José Fontana. 1979.

[Para além das lembranças autobiográficas de E. Pedro. contém elementos sobre a actividade do PCP e da FJCP nos anos 30 e sobre a biografia e ideias politicas de José de Sousa.]

_________________________________________________________________

JOSÉ MANUEL TENGARRINHA

José Manuel Tengarrinha, Combates pela democracia, Lisboa, Seara Nova, 1976

José Tengarrinha, Estudos de História Contemporânea de Portugal, Lisboa, Editorial Caminho, 1983

José Tengarrinha “Os caminhos da Unidade Democrática contra o Estado Novo”, Revista de História das Ideias V. 16 1994

_________________________________________________________________

MARGARIDA TENGARRINHA

Valdemar Cruz, “Margarida Tengarrinha – O que a vida me ensinou”, Expresso, 21/5/2005

Margarida Tengarrinha, Quadros da Memória, Lisboa, Edições Avante¸2004

_________________________________________________________________

ANTÓNIO TERESO

Emanuel Costa, “O fugitivo de Caxias”, Sol, 28/4/2007.

António Alexandre Tereso, Fuga de Caxias no carro blindado do Salazar, Lisboa, Edições Sociais, s.d.

_________________________________________________________________

FERNANDA PAIVA TOMÁS

[José Pacheco Pereira], “Marcello Caetano e a Libertação de Fernanda Paiva Tomás em 1970″, Estudos sobre o Comunismo, 16 Maio 2004.

_________________________________________________________________

MIGUEL TORGA

Sérgio C. Andrade, “Já está na net a devassa da PIDE à vida de Torga”, Público, 28/3/2007.

Renato Nunes, Miguel Torga e a PIDE – A Repressão e os Escritores no Estado Novo, Coimbra, Minerva, 2007.

__________________________________________________________________

CLÁUDIO TORRES

Duarte Mexia, Crónicas de um revolucionário” (Entrevista a Cláudio Torres), Grande Reportagem, 9/7/2005.

Sandra Nobre, Entrevista a Cláudio Torres, Diário de Notícias – DNA , 20/9/2003.

__________________________________________________________________

FLAUSINO TORRES

Paulo Torres Bento, Flausino Torres (1906-1974). Documentos e Fragmentos Biográficos de um Intelectual Antifascista, Porto, Afrontamento, 2006.

Flausino Torres, Diário da Batalha de Praga. Socialismo e Humanismo, Porto, Edições Afrontamento, 2008.

__________________________________________________________________

MANUEL VIEIRA TOMÉ

“Manoel Vieira Tome”, O Militante, 188, de Jan./1991

_________________________________________________________________

CRISTINA TORRES

Joaquim de Sousa, Cristina Torres, Figueira da Foz, 1983

_________________________________________________________________

MANUEL VALADARES

Rui Perdigão, “As Relações do PCP com Dois Eminentes Anti-Fascistas: Emidio Guerreiro e Manuel Valadares”, Nova Renascença, 45-47, 1992

Nuno Crato, “Um físico discreto”, Expresso, 21/2/2004

[Sobre Manuel Valadares, cientista e militante comunista.]

_________________________________________________________________

FRANCISCO PULIDO VALENTE

In Memoriam. Francisco Pulido Valente 1884-1963, Lisboa Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1989

_________________________________________________________________

FERNANDO VALLE

Fernando Madaíl, Fernando Valle. Um aristocrata da Esquerda, Lisboa Âncora Editora, 2004

_________________________________________________________________

JOÃO VARGAS

Um Democrata Percurso de Persistência e Coragem João Vargas (1926-2005, Loulé, CIVIS, 2005

_________________________________________________________________

Padre ABEL VARZIM

António Cerejo, “O Padre Varzim e o seu tempo”, Lusitania Sacra, 12, 2000

Paulo Fontes, “A propósito de um testemunho sobre o Padre Abel Varzim (19o2-1964)”, Lusitania Sacra, 12, 2000

Domingos Rodrigues, Abel Varzim. Apóstolo Português da Justiça Social, Lisboa, 1990

_________________________________________________________________

FRANCISCO VELOSO

Nuno Espinosa, “Francisco Veloso, a inteligência suave”, Público, 21/7/2005

Cristina Ferreira, “Banqueiro de profissão, democrata por convicção”, Público, 18/7/2005

_________________________________________________________________

CÂNDIDA VENTURA

Cândida Ventura, Entrevista a O Jornal, 5 de Novembro- 2 Dezembro de 1981.

Cândida Ventura, “A militante que „saiu do frio“, O Jornal,5 a 11 de Fevereiro de 1982.

Cândida Ventura, O”Socialismo” Que Eu Vivi, 0 Jornal, Lisboa, 1984.

Cândida Ventura, “Como conheci Berlinguer”, 0 Jornal, 21/6/1984.

Cândida Ventura, , “Communisme – analyse, Les crises du Parti communiste portugais”, Les cahiers d´histoire sociale, 17, 2001.

_______________________________________________________________

ANA VICENTE

_______________________________________________________________

ARLINDO VICENTE

Silas Granjo, “O Troviscal de Arlindo Vicente” , Esquina do Mundo, 1, Dez. 2003.

Miguel Dias Santos, “Arlindo Vicente um democrata intransigente”, História, 89, Setembro 2006.

António Pedro Vicente, “Arlindo Vicente. O homem e o político”, Revista de História das Ideias, Do Estado Novo ao 25 de Abril – II, volume XVII.

Filipa Vicente, Arlindo Vicente. “O pintor e a sua obra”, Revista de História das Ideias, Do Estado Novo ao 25 de Abril – II, volume XVII.

_______________________________________________________________

ANGELA VIDAL

António Melo, “Morreu Ângela Vidal – Uma rebelde com causas”, Público, 16/3/2004.

[Texto transcrito em História e Ciência.]

_________________________________________________________________

ANTÓNIO LÚCIO VIDAL

Armando Lúcio Vidal, In Memoriam de António Lúcio Vidal, 1892-1942, Aveiro, Estante editora, 1992.

_________________________________________________________________

“A. VIEIRA”

A. Vieira, Moscovo por um Antigo Funcionário do Komintern, Lisboa, Editorial Império, 1936.

O Stalinismo por um Antigo Comunista quo Trabalhou no Komintern, Lisboa 1937.

_________________________________________________________________

ALEXANDRE VIEIRA

Henrique Fiúza, “Alexandre Vieira – meu mestre, meu amigo”, A Batalha, 66 1980.

Alberto Pedroso,”Testemunhos sobre o Fascismo (3). Alexandre Vieira – a família presa, a casa saqueada e um exílio de quatro anos”, O Diário, 12/10/1986.

Luis Garcia e Silva,”Alexandre Vieira Primeiro Director de A Batalha”, A Batalha, 130 Out.-Dez. 1990.

_________________________________________________________________

ALBERTO VILAÇA

Alberto Vilaça, De Memória em Punho – Histórias Que Abril Soltou, Coimbra, Minerva, 1992.

Alberto Vilaça, Depoimento com “Memórias da Brasileira”, A Mar Arte, n.° 2, de 21/3/1996.

Alberto Vilaça, “Carta”, História, n.° 18 de Março 1996.

Alberto Vilaça, À Mesa da Brasileira. Cultura, Política e Bom Humor, Calendário, 2005.

_________________________________________________________________

SÉRGIO VILARIGUES

Sérgio Vilarigues, “Experiências de luta juvenil antifascista, depoimento do camarada Sèrgio Vilarigues, membro da C. Politica e do Secretariado do CC do PCP”, Juventude, 36, de Marco 1979

[Dados sobre a FJCP desde 1932.]

«O homem dos 7 instrumentos», Avante!, 15/2/96.

[Entrevista com Sérgio Vilarigues.]

Ricardo Machaqueiro, «Amílcar é nome de gente», Expresso, 16 de Março de 1996.

Sérgio Vilarigues, “Ida para Angra”, Alentejo Popular, 4/3/2004-

Sérgio Vilarigues, “Um homem feliz em luta” (Entrevista) , Avante!, 23/12/2004.

Sónia Ferreira, “A última entrevista de Sérgio Vilarigues”, Diário de Notícias, 11/2/2007.

_________________________________________________________________

VASCO MAGALHÃES-VILHENA

António Borges Coelho /, Vasco Magalhães-Vilhena / Rogério Ribeiro, (Mesa-Redonda), “0 “Avante!” – Orgão da Imprensa Livre e Expressão da Cultura Proletária”, Avante!, 13/2/1975

Eduardo Chitas / Hernâni A. Resende, (Coordenação), Filosofia. História . Conhecimento . Homenagem a Vasco Magalhães-Vilhena, Lisboa, Caminho, 1990

Vasco de Magalhães-Vilhena, Entrevista em Filosofia. História. Conhecimento. Homena gem a Vasco de Magalhães-Vilhena, Lisboa, Caminho, 1990

Vasco Magalhães-Vilhena, Progresso – História Breve de Uma Ideia, Lisboa, Caminho, 1979

_________________________________________________________________

JOSÉ VITORIANO

Gustavo Carneiro / Isabel Araújo Branco, “Um luta de 48 anos contra o fascismo. A heróica resistência”, Avante!, 8/4/2004

[Entrevista com José Vitoriano.]

Maria João Raminhos Duarte, José Rodrigues Vitoriano. O “Operário Construìdo”. 11917-2006, Silves, Junta de Frequesia, 2006

“Foi há 28 anos. A fuga de Peniche vista pelos que ficaram”, Avante!, 14/1/1988

José Vitoriano, “Recordações da cadeia de Peniche“, O Militante, 235 – Junho / Agosto – 1998

_________________________________________________________________

FRANCISCO SALGADO ZENHA

Rui de Brito, Salgado Zenha: o homem e a liberdade. Lisboa, Liber, 1975.

António Cândido de Oliveira, Francisco Salgado Zenha. Textos escolhidos. Braga, Universidade do Minho, 1998.

[ Ordem dos Advogados ] , Francisco Salgado Zenha Fotobiografia , Lisboa , Conselho Distrital da Ordem dos Advogados , 2003.

[Com excepção de um breve depoimento de José Miguel Júdice em que faz menção às relações de seu pai, António Júdice , que pertenceu ao sector intelectual do PCP de Coimbra , com Zenha , quase não há referências à sua militância no partido . Zenha sempre negou , depois do 25 de Abril , que fora militante do PCP , mas tal é contrariado pelos documentos e por testemunhos da época . A fotobiografia tem em anexo um CDROM com as “obras jurídicas” de Salgado Zenha , incluindo as suas defesas em causas políticas. ]

Francisco Salgado Zenha Liber Amicorum, Coimbra, Coimbra Editora, 2003.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: